Nota de Repúdio – Possibilidade de taxação de servidores públicos aposentados e pensionistas

A União dos Professores Públicos no Estado – Sindicato (UPPES) repudia, veementemente, a possibilidade de taxação de servidores públicos aposentados e pensionistas.

Em notícia publicada no jornal O Dia, de 28 de julho, foi apontado que o Governo do Estado considera taxar aposentados e pensionistas, que recebem entre um e três salários mínimos. Tal fato demonstra que não há, por parte do governador e seus pares, o compromisso com a valorização dos servidores públicos estaduais.

A UPPE-Sindicato, representante dos professores e especialistas em educação no estado do Rio de Janeiro, tem reivindicado, nas mais diversas esferas do poder público, a devida valorização salarial do professorado fluminense e a recomposição das perdas inflacionárias, que não acontece, há sete anos.

É inadmissível que se planeje retirar, ainda mais, do tão defasado salário da categoria. Depois de anos sem reajuste, a medida representaria a retirada do pão de cada dia da mesa dos tão sofridos trabalhadores do serviço público. Atitudes governamentais dessa magnitude trazem o alerta aos educadores, para que, nos períodos eleitorais, saibam em quem depositam a confiança de seus votos. É necessário que os governantes eleitos tenham comprometimento com a causa pública.

Defendemos que tal ato não se concretize e continuaremos lutando pela educação e pelo Magistério Público Estadual.

 

Niterói, 29 de julho de 2021

Uppes - Artigos