Ensino a Distância: Plataforma EAD entra em funcionamento – Seeduc atualiza informações. Confira!

A UPPE-Sindicato segue acompanhando os desdobramentos da situação educacional do estado do Rio de Janeiro, diante da atual crise. Mais uma vez, o sindicato ressalta seu compromisso com a Educação Estadual e com os educadores. Na semana passada, foi anunciada pela Secretaria Estadual de Educação (Seeduc) a parceria com a empresa Google, para o laçamento de uma plataforma de Educação a Distância a fim de garantir o acesso dos estudantes da Rede Pública Estadual ao ensino, durante o isolamento social, recomendado como medida de prevenção à pandemia do Covid-19 (Coronavírus). Hoje (30/03), o secretário estadual de Educação, Pedro Fernandes, atualizou algumas informações elencadas abaixo.

Em transmissão pelo Facebook (live), na manhã de hoje (30/03) o secretário estadual de Educação, Pedro Fernandes, ratificou os planos da Secretaria de Estado de Educação (Seeduc) no que diz respeito ao Ensino a Distância, através da parceria com a Google.

O secretário destacou algumas novidades e atualizações em relação à utilização do ambiente virtual, ressaltando que o momento é de ambientação e adequação à nova ferramenta.

Novidades:

O professor terá horário flexível para o cumprimento da carga horária de trabalho para a implementação dos conteúdos das disciplinas.

Foi autorizada a criação de grupos de whatsapp a fim de facilitar esclarecimentos e dúvidas por parte dos estudantes.

Foi estabelecida parceria com as operadoras de telefonia para disponibilizar o conteúdo sem cobrança de dados de acesso pelas redes de internet móvel (ainda estão se articulando para viabilizar).

Os alunos que não possuírem nenhum tipo de acesso poderão assistir às videoaulas pela TV Futura, através da parceria com a fundação Roberto Marinho. A Seeduc disponibilizará a grade de horário da exibição das aulas.

Quanto aos alunos que terão necessidade de receber o conteúdo impresso, a Seeduc está tentando viabilizar o envio através dos Correios.

Para aqueles professores e alunos que apresentarem alguma dificuldade, as escolas estarão abertas para recebê-los, respeitando as determinações de evitar aglomerações.

No término da transmissão, o chefe da pasta ressaltou que o objetivo da Seeduc é que o ano letivo seja concluído, ainda em 2020, para que não haja a necesdidade de avançar para o ano seguinte.

 

A presidente da UPPES, Teresinha Machado da Silva, tem externado sua preocupação com os alunos e educadores, nesse momento difícil. Contudo, a educadora destacou que trata-se de um período passageiro. “Ressaltamos aos professores e alunos que tudo isso vai passar e sairemos mais fortes dessa crise”, afirmou a educadora.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *