Alerj: UPPES participa de debate sobre Educação de Jovens e Adultos

Entidade foi representada pela professora Luciane  Azevedo e pela psicóloga Márcia Cardoso

 

      Representando a União dos Professores Públicos no Estado-Sindicato (UPPES), na audiência pública da Comissão de Educação da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj), a professora Luciane de Azevedo  ressCom Edaltou
a preocupação com a carência de professores e pessoal de apoio nas unidades de ensino de jovens e adultos (EJA). “A preocupação da UPPE-Sindicato é com a carência de pessoal. Temos assistido isso em diversas áreas. Devido a esse problema, a informatização torna-se cada vez maior. Ressaltamos que o uso da tecnologia é muito importante. No entanto, gostaria de frisar que as condições de acesso às plataformas digitais nem sempre são a realidade do estudante”, afirmou. Segundo ela, é indispensável a relação presencial. “O vínculo entre professor e aluno é fundamental para o desenvolvimento da aprendizagem e apoio pedagógico à vida escolar, a fim de resgatar nesses alunos o desejo de aprender ”, frisou.

    O debate, que tinha como tema a Avaliação do funcionamento do Centro de Educação de Jovens e Adultos (Ceja), na Fundação Centro de Ciências e Educação Superior a Distância do Estado do Rio de Janeiro (Cecierj), contou com a participação do presidente da Fundação, Carlos Bielschowsky, além de representantes da Secretaria Estadual Educação (Seeduc), bem como de professores e diretores das unidades do Ceja. Também participaram da audiência, presidida pelo deputado Comte Bittecourt, os deputados: Paulo Ramos, Dr. Julianelli, Waldeck Carneiro e Ana Paula Rechuan.

0 tas

Comente aqui

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *