A importância da valorização do Magistério

       O Brasil, nosso querido país, hoje, ocupa o último lugar nas avaliações de desempenho da educação. Se continuarmos assim, não  teremos desenvolvimento e continuaremos a ter uma vida miserável, mesmo tendo bons salários e podendo pagar  escolas particulares e caras para nossos filhos. Ainda não ouvi do novo governo nada que possa melhorar essa situação. Precisamos iniciar uma campanha, através das mídias ao nosso alcance, pela educação e valorização do magistério. O professor  não precisa da tutela do Estado como pretende o novo secretário de Educação. O que ele pensa de nós ? Com bons salários, todos os mestres, por livre vontade, procuram estar atualizados de acordo com suas necessidades. Se vocês concordam, por favor, repassem. Com certeza, chegará aos governantes. Eles precisam de nós para permanecerem  nos cargos que ocupam. Temos que estar unidos nessa luta.
Teresinha Oliveira Machado da Silva – Presidente.

Governo prorroga prazo de recenseamento obrigatório para os nascidos em novembro e dezembro

Servidores ativos, inativos e pensionistas devem comparecer a qualquer agência do Bradesco com os documentos solicitados

     O Governo do Estado do Rio de Janeiro vai prorrogar o prazo do recenseamento obrigatório para os servidores ativos, aposentados e pensionistas nascidos nos meses de novembro e dezembro. Eles terão até o dia 7 de março de 2019 para realizar o procedimento em qualquer agência do Bradesco do país. Esta é a última chance para que 18 mil servidores, que ainda não se cadastraram, façam a atualização cadastral e não tenham seus salários suspensos. O procedimento começou a ser feito em novembro de 2018.

   O recenseamento deve ser feito por todos os 455.570 servidores ativos, inativos e pensionistas, incluindo cargos comissionados, contratos temporários, funcionários de empresas, de autarquias e órgãos da Administração Indireta, e poderá ser realizado em qualquer agência Bradesco do país. O procedimento é uma medida do Plano de Recuperação Fiscal do Estado do Rio e tem como objetivo promover a melhoria da base de dados da folha de pagamento do funcionalismo.

      O recenseamento deve ser feito nas agências Bradesco de todo país.

A lista dos servidores que ainda não fizeram o recenseamento pode ser vista Clicando aqui

Fonte: Rioprevidência

Defasagem salarial: triste realidade do magistério público estadual

tabela com logo copia

A tabela acima retrata a realidade salarial do professorado público no Estado do Rio de Janeiro, sem recomposição, desde 2014, onde são apontados todos os níveis de projeções, na carreira do magistério. Tal demonstrativo revela a defasagem salarial de uma  categoria essencial para a sociedade como um todo.

Recentemente, em entrevista publicada no jornal O Globo, em 14 de dezembro, o atual ministro do planejamento, Esteves Colnago, afirmou que pretende implementar mudanças no regime de estágio probatório de servidores públicos. Segundo ele, dentre as medidas, está a redução do salário inicial do servidor. Novos concursados entrariam com salários mais baixos, variando de R$ 5 mil a R$ 7 mil.

Os  valores apontados por Colnago, mesmo na esfera inicial, ainda estão bem acima dos valores pagos ao magistério público estadual, que tem como piso inicial R$1.179,32. O valor pago ao professor demonstra o total desrespeito e desprestígio da classe política pelo magistério. A realidade salarial do professor brasileiro não só envergonha o país, como o coloca nos mais baixos índices de avaliações internacionais, assim como, dentre os países com os piores salários para um educador.

A UPPE-Sindicato tem levantado a bandeira da valorização do magistério, há 73 anos, como forma de garantir o pleno desenvolvimento do país e o avanço da sociedade. Uma tabela salarial totalmente defasada demonstra que as prioridades dos governantes brasileiros estão bem distantes das falas de campanhas eleitorais, onde a educação aparece sempre como prioridade.

Reajuste Unimed

        Apesar de todos os esforços dos diretores da  UPPE-Sindicato, não conseguimos negociar o reajuste do plano de saúde da Unimed-Nova Friburgo em 10%, tampouco o percentual de 14%. Portanto, conforme exigido por eles, o reajuste será de 15,8%, retroativo ao mês de dezembro de 2018, por determinação contratual.

     Deixamos claro que estamos sendo compelidos a aceitar esse percentual, embora não fosse de nossa vontade. Na atual situação de atendimento do serviço público de saúde, consideramos necessário que todo professor tenha um bom plano de saúde.

Recenseamento – Aniversariante de novembro – Não tenha seu salário suspenso

Funcionários ativos, aposentados e pensionistas nascidos em novembro que não fizeram o recenseamento correm risco de não receber pagamento se não regularizem situação.

Atenção:

Art. 3º – As pessoas relacionadas no Anexo Único desta Resolução Conjunta devem realizar o recenseamento até o dia 11 de janeiro de 2019 em qualquer agência da instituição financeira de que trata o inciso IV, do art. 2º do Decreto Estadual nº 46.375, de 25 de julho de 2018.

Art. 4º – As pessoas relacionadas no Anexo Único desta Resolução Conjunta que não realizarem o recenseamento no prazo indicado no art.3º terão a remuneração suspensa a partir da folha de competência janeiro de 2019. Art. 5º – Esta Resolução Conjunta entra em vigor na data de sua publicação.

Foi publicado no Diário Oficial, desta sexta-feira (14/12), uma listagem de servidores que não fizeram o recenseamento. Página 19.

Clique aqui e verifique se seu nome consta na listagem dos servidores que NÃO fizeram o recenseamento

Procure uma agência do Bradesco, mais próxima de sua residência, onde você receberá todas as instruções para fazer seu recenseamento e a Prova de Vida, a fim de evitar o corte do seu pagamento.