UPPES CONTRA A REFORMA DA PREVIDÊNCIA

       A UPPE-SINDICATO, como representante dos professores públicos no estado do Rio de Janeiro, repudia a Reforma da Previdência Social, a qual é um retrocesso aos direitos dos educadores e servidores que trabalham e aos que contribuíram durante anos.

      A reforma servirá para controlar o déficit que existe atualmente na previdência. No entanto, os professores e os servidores, de um modo geral, não podem ser penalizados.

      De acordo com uma das ideias apresentadas pelo governo federal, os educadores com menos de 50 anos (homens) e 45 (mulheres) terão idade fixa para se aposentar, aos 65 anos.  Além disso, a proposta prevê o fim da paridade entre os servidores ativos e inativos, a medida afeta os funcionários públicos que iniciaram as suas carreiras antes de 2003.

      No Rio de Janeiro, os professores aposentados que recebem acima de R$5.579 serão afetados com o aumento da taxa de contribuição da Rioprevidência que passará de 11% para 14% (caso seja aprovada), a proposta faz parte do pacote de medidas criado pelo governo estadual para equilibrar as contas públicas.

     A reforma será votada, em breve, pelo Senado e os deputados serão responsáveis por esta decisão importante que afeta milhares de trabalhadores e servidores no país.

0 tas

Comente aqui

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *