DSC_0379

Alerj: UPPES participa de audiência pública sobre implantação de turno único na rede estadual de ensino

DSC_0379A implementação do turno único na rede estadual de ensino foi tema de audiência pública da Comissão de Educação da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj), projeto de lei 114/2015, na última quarta-feira (14/11). Representando a UPPE-Sindicato, a professora Luciane Azevedo, destacou a importância da implantação adequada da modalidade de ensino. Segundo ela, a educação aplicada de forma integral vai muito além do tempo ampliado de permanência do aluno na escola. “Ainda que exista uma meta no Plano Nacional de Educação (PNE), a meta seis, que trata sobre o tema, se enxerga a educação integral em uma perspectiva para além do tempo ampliado, tendo em vista a garantia do desenvolvimento integral das crianças, adolescentes e jovens. É possível verificar que a educação integral dialoga com todas as metas do PNE”, afirmou.

      Outro ponto destacado pela educadora, diz respeito à carga horária e à infraestrutura para o pleno desenvolvimento do ensino e atuação do professor. “A carga horária docente para esse modelo, a infraestrutura das escolas e a formação dos profissionais são necessárias, a fim de que esses alunos recebam uma educação de qualidade com profissionais capacitados. O ensino integral requer muito mais do que apenas as atividades pedagógicas que são oferecidas em turno comum, tendo em vista a formação cognitiva e afetiva desses alunos que passarão tanto tempo em sala de aula”, frisou.

      O Projeto de Lei, determina que o turno único seria implantado gradativamente. A cada ano, 10% da rede adotaria o sistema, completando 100% em uma década. As escolas situadas em áreas de baixo Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) teriam prioridade na mudança.

        O texto foi aprovado em segunda discussão pela Alerj, mas recebeu uma emenda parlamentar. Na emenda, foi incluído que escolas com turno único ofereçam componentes curriculares relacionados à arte, educação física, sociologia e filosofia. Os deputados da Comissão de Educação se comprometeram a propor novas emendas ao texto para que o mesmo seja submetido à votação em plenária.

       Presidida pelo deputado Waldeck Carneiro, a audiência contou com a participação do deputado  Jorge Felipe Neto, autor do Projeto de Lei, além dos deputados Dr. Julianelli, Flávio Serafini e Eliomar Coelho.

fundo azul

Seeduc publica em Diário Oficial mais uma listagem professores concursados

Foi publicada no Diário Oficial, desta quinta-feira (01/11), pela Secretaria de Estado de Educação (Seeduc), mais uma convocação de professores concursados.

  A reivindicação para a convocação e nomeação de professores concursados tem sido um pleito permanente da UPPE-Sindicato. A entidade tem acompanhado a devida nomeação desses educadores, a fim de que a lei seja cumprida e a carência da Rede Estadual de Ensino seja suprida.

Clique aqui e veja a publicação do Diário Oficial com a lista dos convocados:

info import cp

Governo do Rio divulga regras e datas de recenseamento e prova de vida de servidores estaduais e pensionistas

Publicado no Jornal Extra de 30 de outubro de 2018 

     Em conteúdo publicado pelo jornal Extra, de hoje (30/10), o governo do Estado do Rio liberou as regras e o calendário de recenseamento dos servidores públicos ativos, inativos e pensionistas. Segundo o jornal, a atualização cadastral será feita a partir de 12 de novembro de 2018. Empregados públicos, ocupantes de cargos comissionados, servidores temporários e beneficiários de pensões especiais custeadas pelo Tesouro Estadual, que tenham sua folha de pagamento gerida pela Secretaria Estadual de Fazenda e Planejamento, também deverão passar pelo procedimento. A convocação será feita de acordo com o mês de aniversário. Confira as datas abaixo. Clique aqui e leia matéria na íntegra

     De acordo com a matéria, todo o processo será feito em qualquer agência do banco Bradesco em todo país. Ao fim da atualização,  será entregue um comprovante de que passou pelo procedimento.

Para fazer o recenseamento

Para os ativos, será preciso apresentar documento de identidade com foto (inclusive digital), CPF e comprovante de residência em nome do próprio, referente a um dos três últimos meses ou, na ausência deste, declaração de residência preenchida antecipadamente (veja o modelo abaixo). Além disso, será preciso levar PIS/Pasep, título de eleitor (valem também e-Título e comprovante de votação ou quitação eleitoral em 2018), além de carteira de trabalho.

Aposentados – documento de identificação com foto, inclusive digital; Cadastro de Pessoa Física (CPF); comprovante de residência em nome próprio recente (dos três últimos meses); PIS/PASEP (NIS); título de eleitor, e-Título ou comprovante de votação ou quitação eleitoral de 2018.

Pensionistas – documento de identificação com foto, inclusive digital; Cadastro de Pessoa Física (CPF); comprovante de residência em nome próprio recente (dos três últimos meses); e certidão de nascimento para menores que não tiverem RG ou documento oficial.

Representante legal e procurador (original e cópia) – documento de identificação com foto, inclusive digital; Cadastro de Pessoa Física (CPF); comprovante de residência em nome próprio recente (dos três últimos meses); procuração específica, com firma reconhecida, outorgada há menos de três meses. Documentos originais ou cópias autenticadas do titular também deverão ser levados.

 

Confira as datas

Aniversariantes – Período de recenseamento / Dias úteis

Nascidos em novembro – de 12 a 23 de novembro de 2018

Nascidos em dezembro – de 11 a 24 de dezembro de 2018

Nascidos em janeiro – de 11 a 25 de janeiro de 2019

Nascidos em fevereiro – de 11 a 25 de fevereiro de 2019

Nascidos em março – de 11 a 25 de março de 2019

Nascidos em abril – de 11 a 25 de abril de 2019

Nascidos em maio – de 13 a 24 de maio de 2019

Nascidos em junho – de 11 a 25 de junho de 2019

Nascidos em julho – de 11 a 25 de julho de 2019

Nascidos em agosto – de 12 a 23 de agosto de 2019

Nascidos em setembro – de 11 a 25 de setembro de 2019

Nascidos em outubro – de 11 a 25 de outubro de 2019

Como deve ser a declaração de residência, se endereço não puder ser comprovado

Eu________________________________________________________documento de identidade_________________________ órgão exp._______________________ CPF ______________________ nacionalidade ________________________________________ naturalidade _____________________ telefone (DDD e n°) _____________________________ celular (DDD e n°) _________________________ e- mail_______________________________ Na falta de documentos para comprovação de residência, DECLARO para os devidos fins, sob as penas da Lei, ser residente e domiciliado à ___________________________________________, Bairro _________________________________, Cidade ________________________________, UF _______ e CEP ________________. Declaro, ainda, estar ciente de que se comprovadamente falsa a declaração estar sujeito às sanções civis, administrativas e criminais previstas na legislação aplicável.

Rio de Janeiro, ____ / _________ / ________

Assinatura do requerente

Tira Dúvidas Jornal Extra – O que o servidor precisa Saber? Clique aqui!

Fonte: Jornal Extra – 30/10/2018

_________________________________________________________________________

infoo

UPPES encaminha ofício ao secretário da Casa Civil reivindicando reajuste salarial

Sindicato encaminhou ofício ao secretário da Casa Civil e Desenvolvimento Econômico do Estado, Sérgio Pimentel Borges da Cunha, pleiteando o reajuste salarial de 36%. Percentual corresponde à variação do salário mínimo do estado do Rio de Janeiro, entre 2014 e 2018.

Leia Ofício na íntegra:

img20181029_14093350