Capa cpia recenciamento

Recenseamento – Aniversariante de novembro – Não tenha seu salário suspenso

Funcionários ativos, aposentados e pensionistas nascidos em novembro que não fizeram o recenseamento correm risco de não receber pagamento se não regularizem situação.

Atenção:

Art. 3º – As pessoas relacionadas no Anexo Único desta Resolução Conjunta devem realizar o recenseamento até o dia 11 de janeiro de 2019 em qualquer agência da instituição financeira de que trata o inciso IV, do art. 2º do Decreto Estadual nº 46.375, de 25 de julho de 2018.

Art. 4º – As pessoas relacionadas no Anexo Único desta Resolução Conjunta que não realizarem o recenseamento no prazo indicado no art.3º terão a remuneração suspensa a partir da folha de competência janeiro de 2019. Art. 5º – Esta Resolução Conjunta entra em vigor na data de sua publicação.

Foi publicado no Diário Oficial, desta sexta-feira (14/12), uma listagem de servidores que não fizeram o recenseamento. Página 19.

Clique aqui e verifique se seu nome consta na listagem dos servidores que NÃO fizeram o recenseamento

Procure uma agência do Bradesco, mais próxima de sua residência, onde você receberá todas as instruções para fazer seu recenseamento e a Prova de Vida, a fim de evitar o corte do seu pagamento.

 

DSC_0620

Concerto de Natal encanta e fecha com emoção a agenda de eventos da UPPES

     DSC_0616Quem compareceu ao Concerto de Natal ,na sede da União dos Professores Públicos no Estado-Sindicato (UPPES), na quarta-feira (12/12), pôde apreciar o melhor das clássicas canções natalinas. O coral da UPPES, regido pelo maestro Eduardo Lessa, apresentou diversas canções nacionais e internacionais.  Clássicos como: Adestes Fidelis, Glória e Jingle Bells fizeram parte do repertório e trouxeram animação ao público presente.

     A violinista Carolina de Carvalho Machado emocionou o público com clássicos internacionais e fechou de forma brilhante a tarde de apresentações, no Teatro Anaíta Custódio Cardoso.        As Quatro Estações – Vivaldi, Pequena Serenata Noturna – Mozart e Dança Macabra – Saint – Saëns. A apresentação da violinista contou com a participação especial da pianista Alexandra de Carvalho.

     A presidente da UPPES, Teresinha Machado da Silva, destacou que o sindicato tem buscado desenvolver todo um trabalho de apoio aos professores, onde é possível oferecer assistência e incentivo à cultura e lazer. A sindicalista também aproveitou o espaço para ressaltar as dificuldades enfrentadas pela entidade, nos últimos anos.  “Nós como servidores públicos, dependemos muito da seriedade, honestidade e ética dos governantes, mas, infelizmente, todos os dias, surgem coisas para nos assustar e entristecer. A UPPES sofreu muito, durante algum tempo, com seus aposentados. Eles ficaram muito tempo sem receber e isso tudo foi muito sofrido para nossos professores”, frisou.

     A educadora agradeceu pela superação das adversidades. “Agradecemos a Deus por termos passado por toda dificuldade sem consequências mais graves. Nosso sindicato vive exclusivamente da contribuição espontânea dos filiados. Nunca recebemos imposto sindical. Embora tivéssemos o direito, nunca fizemos o uso. Somos a prova de que se pode fazer muito com pouco”, assinalou.

   A sindicalista encerrou enfatizando a importância do significado do Natal. “Para nós, cristãos, Natal é a comemoração do nascimento de Cristo que, segundo o psiquiatra, psicólogo e escritor Augusto Cury, foi o homem mais perfeito sobre a terra”, afirmou.

   O Concerto de Natal fechou a agenda de eventos da UPPES e contou com a presença de filiados, além de membros da diretoria, conselheiros e funcionários da entidade.

DSC_0554

DSC_0620

DSC_0676

DSC_0589

DSC_0575

DSC_0732

 

DSC_0605

fundo azul

Seeduc publica listagem de Enquadramento por Formação em Diário Oficial

    Foi publicada, no Diário Oficial (páginas 12,13 e 14) desta sexta-feira (07/12), mais uma listagem de  Enquadramentos por Formação do Magistério Público Estadual.

    O cumprimento da Lei 1.614/90, que determina o Enquadramento por Formação, é um pleito de reivindicação constante da UPPE-Sindicato. Os processos de enquadramento encontravam-se parados, desde de 2012.

  Ressaltamos a importância do cumprimento da lei e continuaremos acompanhando todo o processo.

  A UPPE-Sindicato orienta os professores para que entrem em contato com o sindicato, em caso de dúvida. Ligue para: (21) 2717-6025 ou através do “Fale Conosco” clicando aqui.

fundo azul

Informativo: Governo do Estado divulga data de pagamento do 13º salário dos servidores – 18 de dezembro

     O governo do Estado do Rio de Janeiro anunciou, na quarta-feira (5/12), que irá pagar o 13º salário dos mais de 460 mil servidores ativos, aposentados e pensionistas no dia 18 de dezembro.

Para mais informações Clique Aqui.

Coed

UPPE-Sindicato participa das etapas intermunicipais do III Congresso Estadual de Educação- III COED

    Nos dias 30 de novembro, 01 e 02 de dezembro de 2018, foram realizadas as etapas intermunicipais do III Congresso Estadual de Educação- III COED, contemplando os 92 municípios distribuídos em 12 polos, seguindo a divisão das Diretorias Regionais. Nesta etapa, foram discutidas as metas e estratégias do Plano Estadual de Educação, desde a educação infantil ao ensino superior, de forma democrática e participativa, constituindo uma política efetiva de educação para o Estado do Rio de Janeiro e foram eleitos os delegados que participarão da etapa estadual, que acontecerá em abril de  2019. A UPPE-Sindicato participou das discussões em relação às metas para a educação estadual. O sindicato contou com representações nas regiões Litorânea, Serrana e Norte-Fluminense.

 Representação da UPPE-Sindicato, nas etapas intermunicipais:

Litorânea – diretora Neuza Caldas Maia e professora Luciane Azevedo

Serrana – diretora Annita Ferro da Cunha Lima e professora Luiza Helena Cano Pereira

Norte-Fluminense – professora Isabela Henriques e professora Gisella Rangel

      O  III COED tem por objetivo adequar/elaborar o Plano Estadual de Educação – PEE (Lei n° 5.559/2009), em consonância com o Plano Nacional de Educação – PNE (Lei n° 13.005/2014), sendo um espaço de ampla participação da sociedade através do poder público e dos setores e segmentos que atuam na área da educação em todo território do Estado do Rio de Janeiro. O Plano Estadual de Educação terá vigência até 2024.